O Tai Chi Chuan tem um ponto negativo? Não que eu veja.
Data: 15/05/2013 - Fonte: New York Times - 27/09/2010
O Tai Chi Chuan tem um ponto negativo? Não de acordo com Jane E. Brody do New York Times.
“A graciosa, quase coreográfica progressão de poses meditativas conhecidas como Tai Chi Chuan originou-se na antiga China como arte marcial, mas o exercício é mais conhecido nos tempos modernos como um caminho para reduzir o estresse e melhorar a saúde. Após consultar atuais evidências científicas acerca de seus potenciais benefícios à saúde, concluí que a pergunta mais apropriada não é “porque você deveria praticar o Tai Chi”, mas “porque não?”

É uma atividade de baixo impacto, adequada para todas as idades e condições de saúde, mesmo para aqueles que odeiam exercícios ou são muito sedentários. É um exercício calmante e suave – alguns o chamam Meditação em Movimento – que envolve respiração profunda, sem que se sue ou perca o fôlego.
Há uma sobrecarga mínima sobre as articulações e músculos, e a propensão para lesões ou dores é muito menor comparado a outras atividades físicas. Não é necessário roupa ou equipamento especial e pode ser praticado em qualquer lugar e momento, sozinho ou em grupo. Uma vez que se tenha aprendido a correta técnica com um Instrutor qualificado, você pode continuar praticando sem gastar dinheiro.

Muitos estudos sobre o Tai Chi concluíram que oferece benefícios desde um melhor equilíbrio (menor risco de quedas) até a redução da pressão arterial, alívio de dores e aumento da imunidade. O mais recente e talvez o melhor planejado estudo foi conduzido com pacientes com fibromialgia, uma síndrome complexa e ainda pouco compreendida, que causa dores.

O Dr. Chenchen Wang e seus colegas do Centro Médico Tufts em Boston reportaram em agosto, no Jornal de Medicina New England, que o Tai Chi veio a reduzir dores e fadiga, melhorando a capacidade dos pacientes em se locomoverem, suas habilidades físicas e o sono. Estes benefícios se mantiveram durante muito tempo após o término das doze semanas de sessões.
Mesmo com os desafios de se testar os benefícios que o Tai Chi pode trazer, os cientistas puderam entender melhor a conexão corpo/mente, que durante muito tempo não era nada além de um efeito placebo, e, hoje, muitos doutores aceitam a possibilidade de que atividades que reduzem o estresse podem ter um efeito profundo na saúde.

Reduzindo o Estresse

Não há dúvidas de que o Tai Chi reduz o estresse. Conforme descrito pelos autores dos estudos, o Tai Chi “combina a meditação com movimentos lentos, suaves e graciosos, bem como respiração profunda e relaxamento, para assim fazer circular a energia vital (chamada de Chi pelos chineses) pelo corpo.”
No mínimo, este tipo de atividade relaxante pode reduzir pressão arterial e batimentos cardíacos, melhorar o funcionamento cardiovascular e os estados emocionais. Como exemplo, uma resenha de 2008 diz que o Tai Chi reduziu a pressão arterial em 22 dos 26 estudos publicados. Desta forma, pode ser um aliado no tratamento de doenças cardíacas, hipertensão e depressão, condições estas comuns entre pessoas mais idosas e que são difíceis de serem conseguidas com exercícios físicos mais intensos.

Praticantes regulares de Tai Chi Chuan afirmam que têm um sono melhor, sentem-se mais saudáveis e têm menos dores e rigidez, apesar de não se poder atribuir tudo isso somente ao Tai Chi. Dr. Wang e os co-autores comentam que a maioria dos estudos prévios sobre o Tai Chi são pequenos e com pouco controle, ou até mesmo nenhum. Assim, os praticantes de Tai Chi poderiam já estar saudáveis ou terem outros hábitos que promovem a saúde.

Talvez o melhor documentado benefício do Tai Chi, e um que é mais fácil de se comprovar, é sua capacidade de melhorar o equilíbrio e reduzir o risco de quedas, mesmo em pessoas acima dos 80 anos de idade. Os movimentos são feitos de maneira suave e contínua, o peso é alternado de uma perna a outra e os braços movem-se fluidamente. Isto melhora a força muscular e a flexibilidade, permitindo que os músculos das pernas e quadris movam-se de forma mais coordenada e equilibrada. Desta maneira, os praticantes ficam mais estáveis e firmes no chão.

Outro benefício, especialmente importante para pessoas mais velhas, é sua aparente habilidade em melhorar o sistema imunológico. Em um estudo de 2007, pessoas que praticaram Tai Chi tiveram uma resposta melhor à vacina varicela zoster (que ajuda a prevenir o shingles).

Converse com um Médico

O Tai Chi Chuan não é um substituto para os cuidados profissionais do médico, mas um complemento e uma maneira de postergar a senilidade. Assim como outras atividades consideradas medicina alternativa, consulte um médico antes de iniciar as aulas.
Isto é especialmente importante se está grávida ou se tem sérias limitações físicas, problemas nas articulações, dores na coluna ou osteoporose avançada. Apesar destes fatores não o impedirem de praticar o Tai Chi, é possível que algumas posturas tenham que ser adaptadas ou evitadas.

Mesmo sendo um exercício suave, alguns exageram. Todo exagero, em qualquer atividade (mesmo o Tai Chi), pode causar dores ou estiramentos musculares. No website do Centro de Medicina Alternativa e Complementar, há uma nota: “os Instrutores de Tai Chi não recomendam a prática logo após as refeições, quando estiver muito cansado ou quando estiver com alguma infecção.”

Também é importante assegurar-se de que seu Instrutor é qualificado. A prática ainda não é regulamentada por autoridades governamentais. Existem muitos Estilos de Tai Chi – o Estilo Yang é o mais praticado nos países ocidentais. Antes de escolher um Instrutor, pergunte sobre sua experiência, formação e treinamento.
Aprender o Tai Chi com um Instrutor qualificado é essencial. Tentar aprender sozinho lendo um livro ou assistindo a um vídeo não garantirá que você consiga realizar os movimentos de forma segura e correta. Ir a algumas poucas aulas, ou mesmo durante algum tempo não é suficiente para que os benefícios sejam duradouros. Como em outras formas de atividades e exercícios, o Tai Chi Chuan precisa ser praticado regularmente para que seu valor e benefícios sejam colhidos.”




04/09/2017 - Informativo CONNECTIONS do Tai Chi Chuan da Família Yang - edição 4...
19/06/2017 - Ioga, Meditação e Tai Chi Chuan acalmam e revertem alterações do DNA...
01/06/2017 - Informativo CONNECTIONS do Tai Chi Chuan da Família Yang - edição 3...
22/05/2017 - Tai Chi alivia insônia em mulheres que tiveram câncer de mama...
10/04/2017 - Viagem a CHINA em Março/Abril de 2017...
05/04/2017 - Associação inaugura uma Sede de Treinamento de Tai Chi em Kunming ...
15/12/2016 - EQUILIBRIUS em Primeiro Lugar no TOP OF MIND 2016...
21/11/2016 - Seminário de Tai Chi Chuan com o Mestre Yang Jun em Nov./2016...
14/04/2016 - Tai Chi Chuan supera danos cognitivos da quimioterapia...
29/03/2016 - Tai Chi Chuan faz bem às pessoas com problemas cardíacos...

Confira todas as notícias